Blog

Rastreabilidade na indústria alimentícia

23/03/2022 | Gestão de qualidade

A rastreabilidade de alimentos é essencial para muitas indústrias.

No setor alimentar, dá-nos a possibilidade de acompanhar todos os passos que um alimento percorreu em todas as suas etapas, desde a origem, no setor primário, passando pelo processo de transformação, pela operação logística e terminando nas mãos do consumidor final .

As empresas devem ter um programa de rastreabilidade que utilizarão como uma ferramenta dentro de seu sistema de controle interno. A informação proporcionada por esta rastreabilidade ajuda a gerir e a controlar as suas atividades, sendo também essencial para melhorar os processos e corrigir problemas que possam surgir na execução das suas atividades.

Em caso de alerta, são capazes de orientar para encontrar a origem do problema ou da fraude.

Os principais objetivos procurados pelas empresas com um sistema de rastreabilidade são:

  • Identificar um produto de forma fácil, rápida e simples.
  • Registar todo o processo de transformação e os controles a respeitar, ​​desde a entrada da matéria-prima até à saída, uma vez transformada.
  • Comprovar a origem e o destino.

Garantia da rastreabilidade

Ao nível da legislação horizontal aplicável, encontramos o Regulamento (CE) n.º 178/2002 do Parlamento Europeu e do Conselho da Europa, no artigo 18.º, que estabelece a obrigação de cumprir um sistema de rastreabilidade para todas as empresas que fazem parte da cadeia alimentar.

Ao nível da legislação sectorial ou vertical a vigorar, dispomos de um conjunto de regulamentos relativos à identificação dos produtos, dos quais destacamos os seguintes:

Para as carnes e os seus derivados, destacamos o Regulamento (CE) n.º 1760/2000 do Parlamento Europeu e do Conselho da Europa de 17 de julho de 2000, que estabelece um sistema de identificação e registo de animais da espécie bovina, relativo à rotulagem de carne de bovino e dos seus produtos derivados.

Relativamente ao peixe e aos produtos da pesca, o Regulamento (CE) n.º 2406/1996 do Conselho da Europa, estabelece normas comuns de comercialização para determinados produtos da pesca, no que respeita à classificação dos produtos.

Como identificar produtos e garantir a sua rastreabilidade

A identificação dos alimentos em cada etapa é essencial para poder controlar a sua rastreabilidade. Existem diferentes métodos que facilitam esta tarefa, entre os quais destacamos o sistema de código de barras, códigos QR, BIDI Datamtrix e tecnologia RFID.

                   

Os códigos de barras utilizados na maioria das mercadorias, devem estar de acordo com as normas internacionais em termos da rastreabilidade de alimentos. Muitas empresas também estão a optar pelo uso da tecnologia RFID atendendo às múltiplas às vantagens a ela associadas. Nesse sentido, para alguns produtos, os selos de segurança desempenham um papel fundamental, pois, graças à sua versatilidade, permitem a transferência eficiente de informações relacionadas com o alimento em questão e, além disso, garantem a ausência de fraudes.

Telefone de contato


+35 1967 287 643



Quer ser nosso distribuidor ou representante?


Veja o que oferecemos



Precintia_Catalogo_Portada_3D

DESCOBRE OS NOSSOS PRODUTOS

Catálogo de productos

Indicado para todo o tipo de setores, permitindo conhecer toda a nossa linha de produtos

Ler mais