Blog

Tecnologia RFID e selos de segurança: como funciona?

Tecnologia RFID e selos de segurança

Uma das principais funcionalidades dos selos de segurança, além de garantirem a segurança do produto e dos processos, é a de facilitar a rastreabilidade dos produtos que acompanham. É por esta razão que todos deverão ser selos numerados com diferentes tipos de marcação que permitam aceder à informação necessária a qualquer momento. A tecnologia RFID (Radio Frequency Identification) forma parte dos sistemas de rastreabilidade usados em vários setores de atividade. Pelas suas características, o tag RFID permite uma trasladação automática dos dados inerentes ao produto. Sabe como funciona a tecnologia RFID? Quais as suas aplicações nos selos de segurança? Nós mostramos-lhe: Continue a ler!

 

Como funciona a tecnologia RFID nos selos de segurança? Aplicações

Habitualmente, a numeração dos selos de segurança era efetuada por meio de uma simples série de números ou por um código de barras em conjunto com os números identificativos. Estes sistemas ainda continuam a ser utilizados, mas o seu grande inconveniente é o de que a leitura é algo lenta, já que deve ser realizada código por código, e os códigos deverão estar sempre limpos e visíveis para poderem ser lidos corretamente. Isto converte a rastreabilidade do produto num processo lento e manual, e por conseguinte muito mais propício a provocar erros.

Num mundo em que o tempo é cada vez mais regido pelas margens logísticas e pelas mercadorias perecíveis, a gestão dos dados exige procedimentos muito mais ágeis e céleres e que reduzam os erros ao mínimo. É aqui que a tecnologia RFID desempenha o seu papel nos selos de segurança.

O sistema de tags RFID é uma forma de armazenamento de informação à distância. Este chip é incorporado no pequeno compartimento dos selos de segurança. Facilita a extração dos dados por meio de leitores fixos (arcos, por exemplo) ou móveis (correias transportadoras, por exemplo). O leitor recolhe a informação e transmite-a à base de dados, onde fica registada.

Os selos de segurança com RFID permitem efetuar leituras massivas de elementos, sem a necessidade de estarem visíveis. Além disso, é possível realizar estas leituras a uma certa distância e através de materiais como o cartão, o plástico ou a madeira, abundantes nos setores logísticos. Desta forma, os selos de segurança RFID podem ser lidos enquanto se encontram no interior das embalagens, caixas ou contentores.

Estes chips RFID são integrados durante o processo de injeção no interior dos selos de segurança. O sistema facilita a extração dos dados por meio de leitores fixos (arcos ou antenas montadas em correias transportadoras, por exemplo) ou móveis (leitores manuais, por exemplo). O dispositivo leitor recolhe a informação e transmite-a à base de dados onde a mesma fica registrada e/ou integrada no ERP de gestão em utilização.

Adicionalmente, os tags RFID permitem a integração de sensores eletrónicos simples, que permitem criar, por exemplo, selos que informam sobre manipulações ou que reajam em função de outros fatores do meio envolvente.

 

Por que razão incluir a tecnologia RFID nos selos de segurança? O modelo Ten-Lok

Modelo Ten -Lok com RFID da PrecintiaDesde há alguns anos que a tecnologia RFID vem sendo integrada nas cadeias de fornecimento das empresas ligadas a todo o tipo de setores de atividade económica. A Precintia desenvolveu o versátil modelo Ten-Lok com RFID que inclui esta inovação.

Os selos de segurança com RFID são largamente utilizados nos seguintes setores:

  • Setor alimentar: são usados maioritariamente como bridas para presuntos e paletas ibéricos, sendo que se tornaram já numa medida standard de qualidade e rastreabilidade neste setor.
  • Setor do retalho: utilizam-se no comércio grossista em grandes superfícies, mas também no comércio a retalho. Trata-se de um modelo que também é incorporado na gestão de encomendas de e-commerce e vendas on-line.
  • Setor financeiro: o transporte de fundos e de documentação confidencial exige um controlo exaustivo da mercadoria, pelo que as aplicações RFID vieram simplificar e assegurar o processo.
  • Setor logístico e do transporte terrestre: utilizam-se sobretudo para assegurar o transporte e rastreabilidade de contentores, gaiolas ou outros meios de transporte de mercadorias.

 

Os selos de segurança com tecnologia RFID também costumam ser personalizados com códigos de barras ou, em alternativa, com um sistema de marcação numerado, perante o problema de leitura RFID. Neste sentido, é recomendável escolher o sistema de marcação a laser de alta segurança, já que o mesmo torna impossível a sua eliminação ou manipulação. Também é possível personalizar o Ten-Lok com impressão térmica. Ainda que se trate de um sistema de marcação bastante robusto, não é tão resistente às agressões do meio ambiente como a marcação a laser.

Contacta con Precintia (sector transporte)

Precintia_Catalogo_Portada_3D

DESCOBRE OS NOSSOS PRODUTOS

Catálogo de productos

Indicado para todo o tipo de setores, permitindo conhecer toda a nossa linha de produtos

Ler mais